Treinamento de palestrantes de educação emocional – Primeira turma

No dia 12 de outubro foi iniciado o treinamento de Educação Emocional para os palestrantes formados em 2016. O treinamento teve a duração de 4 dias.

Em abril de 2016 foi realizado pela primeira vez no Brasil o curso para palestrantes de Educação Emocional com a equipe de professores da Coreia do Sul durante 4 dias. Os participantes foram treinados e avaliados.

Após o primeiro treinamento, cerca de 30 pessoas receberam o certificado e começaram a palestrar e realizar parcerias em diversas instituições como escolas públicas e particulares, centros prisionais, empresas, entre outros.

A coordenadora Bineia Souza explicou que esse treinamento foi criado para fazer uma reciclagem do conteúdo de educação emocional aos palestrantes e incentivá-los a realizarem suas próprias palestras.

“Nós tivemos como objetivo, desta vez, fazer uma reciclagem para aqueles que participaram em 2016. Na última vez eles participaram como espectadores, e desta vez o treinamento foi dar importância a cada item do nosso conteúdo. Para que os palestrantes possam entender o porquê de cada conteúdo e desenvolver suas próprias palestras.”

 

 

 

Coordenadora Bineia Souza

Contando com a presença de 30 pessoas, foi dada palestras com os temas: “A importância e a necessidade da educação emocional”, “Níveis da Mente” “Desejo e Autocontrole”.

As palestras têm o objetivo de apresentar o mundo do coração para as pessoas, pois quando muda-se primeiro o coração, a vida e as circunstâncias ao redor mudam. De acordo com o objetivo das palestras, as pessoas vivem tentando mudar o seu jeito de ser, incapazes de libertar-se de uma ideia fixa porque não conhecem o caminho do coração.

Palestrante Helbert Souza

Palestrante Diego Kim

“Eu também sofri quando era pequena, por isso pensava que todas as pessoas que se aproximavam de mim era para se aproveitar de algo. Por isso sempre carreguei esse pensamento. E como isso ficou forte na minha memória, também afetou nas minhas atitudes. Eu decidi fazer o curso de educação emocional para ultrapassar esses pensamentos e sentimentos na minha vida. Hoje eu posso superar tudo isso, pois aprendi que tudo o que passei me deu um coração forte para ultrapassar as dificuldades ao meu redor.” – Elizabethe Ribeiro, participante do curso de educação emocional.

“O número de suicídio está aumentando no Brasil e no mundo. Eu também já tive pensamentos de suicídio, e aprendendo a educação emocional eu descobri que, por mais que aumente as minhas capacidades, eu preciso refrear o meu coração. Assim, as pessoas também, se aprenderem sobre essa educação emocional não irão seguir o pensamento de torar a própria vida.” Marco Braga, participante do curso de educação emocional.

O treinamento será retomado no primeiro semestre de 2020 com mais sete temas a serem abordados.

Leave a Comment